Projeto Político Pedagógico

O curso Bacharel em Ciência e Tecnologia de Alimentos do IF Sudeste MG–Campus Rio Pomba, além das disciplinas científico-tecnológicas na área de alimentos, oferece formação gerencial e humana, capacitando o profissional tanto para o domínio global de processos industriais na área de transformação e conservação de alimentos, como para uma visão estratégica globalizada do setor industrial alimentício.
O Bacharel em Ciência e Tecnologia de Alimentos pode atuar em diversos setores da indústria de alimentos de origem animal e vegetal e instituições de pesquisa e desenvolvimento, entre outros.
O profissional será capaz de planejar, organizar e fabricar produtos alimentícios dentro das normas técnicas vigentes a fim de garantir a qualidade do produto e saúde do consumidor.
Compete ao Bacharel em Ciência e Tecnologia de Alimentos formado no IF Sudeste MG–Campus Rio Pomba desempenhar atividades profissionais no setor alimentício que permitirá:
✓ Reconhecer, selecionar e diferenciar as matérias-primas de origem animal e vegetal de qualidade e destinar seu uso correto para fabricação dos diferentes produtos;
✓ Aplicar os princípios de conservação de alimentos para garantir a sanidade e qualidade dos produtos;
✓ Planejar, orientar, avaliar e monitorar o funcionamento das plantas de processamento de produtos alimentícios, utilizando adequadamente equipamentos, utensílios e ambiente de trabalho de forma a garantir o bom andamento das atividades do setor, a saúde e bem estar dos trabalhadores, dando maior segurança e vida de prateleira ao produto final;
✓ Selecionar e usar corretamente embalagens, garantindo conservação e boa aparência aos produtos alimentícios;

Atuar na seleção e uso de aditivos alimentares usados nos processos de fabricação de produtos alimentícios, reconhecendo o efeito dos mesmos na saúde dos consumidores;
✓ Aplicar e elaborar legislação reguladora das atividades relacionadas à área;
✓ Pesquisar, desenvolver, acompanhar e inovar processos, produtos e serviços na área de Tecnologia de Alimentos;
✓ Supervisionar, promover, implantar e gerenciar programas de qualidade (BPF, APPCC, etc.) da matéria-prima, processos e produtos.
✓ Orientar e executar corretamente a coleta, transporte, acondicionamento e recepção de amostras para análise;
✓ Realizar as análises microbiológicas, físico-químicas e sensoriais da matériaprima e produtos, dentro de técnicas e procedimentos corretos;
✓ Interpretar os resultados analíticos, definindo o destino do produto analisado
baseados em normas legais;
✓ Contribuir para evitar a poluição e degradação ambiental;
✓ Reconhecer e aplicar as bases científicas na obtenção, conservação, transporte
e processamento de produtos alimentícios;
✓ Reconhecer a cadeia produtiva, gerenciando as atividades desde obtenção da matéria-prima até o consumo final do produto.

Planejar, organizar e fabricar produtos alimentícios dentro das normas técnicas vigentes a fim de garantir a qualidade do produto e saúde do consumidor.

Compete ao Bacharel em Ciência e Tecnologia de Alimentos formado no IF Sudeste MG–Campus Rio Pomba desempenhar atividades profissionais no setor alimentício que permitirá:
✓ Reconhecer, selecionar e diferenciar as matérias-primas de origem animal e vegetal de qualidade e destinar seu uso correto para fabricação dos diferentes produtos;
✓ Aplicar os princípios de conservação de alimentos para garantir a sanidade e qualidade dos produtos;
✓ Planejar, orientar, avaliar e monitorar o funcionamento das plantas de processamento de produtos alimentícios, utilizando adequadamente equipamentos, utensílios e ambiente de trabalho de forma a garantir o bom andamento das atividades do setor, a saúde e bem estar dos trabalhadores, dando maior segurança e vida de prateleira ao produto final;
✓ Selecionar e usar corretamente embalagens, garantindo conservação e boa aparência aos produtos alimentícios;

✓ Atuar na seleção e uso de aditivos alimentares usados nos processos de fabricação de produtos alimentícios, reconhecendo o efeito dos mesmos na saúde dos consumidores;
✓ Aplicar e elaborar legislação reguladora das atividades relacionadas à área;
✓ Pesquisar, desenvolver, acompanhar e inovar processos, produtos e serviços na área de Tecnologia de Alimentos;
✓ Supervisionar, promover, implantar e gerenciar programas de qualidade (BPF, APPCC, etc.) da matéria-prima, processos e produtos.
✓ Orientar e executar corretamente a coleta, transporte, acondicionamento e recepção de amostras para análise;
✓ Realizar as análises microbiológicas, físico-químicas e sensoriais da matériaprima e produtos, dentro de técnicas e procedimentos corretos;
✓ Interpretar os resultados analíticos, definindo o destino do produto analisado baseados em normas legais;
✓ Contribuir para evitar a poluição e degradação ambiental;
✓ Reconhecer e aplicar as bases científicas na obtenção, conservação, transporte e processamento de produtos alimentícios;
✓ Reconhecer a cadeia produtiva, gerenciando as atividades desde obtenção da matéria-prima até o consumo final do produto.

A metodologia de ensino das matérias de formação profissional, além de se desenvolverem através dos tradicionais recursos da exposição didática, estudos de caso, dos exercícios práticos em sala de aula, dos estudos dirigidos e seminários, deverão contemplar também mecanismos que garantam a articulação da vida acadêmica com a realidade concreta da sociedade e os avanços tecnológicos, incluindo assim alternativas como multimídia, visitas técnicas, internet e projetos desenvolvidos com parceiros geograficamente dispersos, via internet.

A gestão do curso é feita pelo coordenador do curso e conta com o apoio da Coordenação Geral de Graduação (CGG), Coordenação Geral de Assuntos e Registros Acadêmicos (CGARA) e Coordenação Geral de Assistência Estudantil (CGAE). 

A prática de autoavaliação do curso é realizada periodicamente em reuniões do Colegiado de Curso e em intercâmbio com os discentes. Mensalmente a equipe da Coordenação Geral de Graduação se reúne com o coordenador do curso para a discussão do Projeto Político Pedagógico do curso, visando uma melhor adequação do mesmo às necessidades da instituição, dos discentes, dos docentes e de uma graduação de qualidade.
O processo de autoavaliação do curso está presente no programa de avaliação institucional do IF SUDESTE MG - Campus Rio Pomba. É um processo contínuo com permanente interação que visa o aperfeiçoamento do curso. Todo final de semestre a CPA (Comissão Própria de Avaliação) aplica instrumentos junto aos alunos para avaliação do desenvolvimento do curso. Os resultados são trabalhados juntamente com os professores para reavaliação.

Realiza-se também, avaliação com os docentes e pessoal técnico-administrativo. Portanto, com o referido programa pode-se, todo início de semestre, traçar novas metas e implementar o planejamento estratégico.
A avaliação institucional é uma preocupação constante e atividade perene no Instituto, que visa a busca da qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão, como decorrência da procura de aprimoramento permanente do profissional, exigido pelas novas expectativas sociais.
Uma escola de qualidade depende da cooperação de quatro elementos fundamentais: os administradores, os professores, os funcionários e os alunos. Sem o concurso desses quatro elementos, a escola não pode subsistir.
A verdadeira função, o verdadeiro fim do Instituto é bem servir os seus acadêmicos, desenvolvendo, ao máximo, todas as suas potencialidades. O grande objetivo das organizações humanas é atender às necessidades do ser humano, na sua luta pela sobrevivência.
O serviço educacional de qualidade é aquele que atende perfeitamente, de forma confiável, acessível, segura e no tempo certo às necessidades do alunado.

Baixar Arquivo
SIGAA | Instituto Federal do Sudeste de MG - 3257-4100 | Copyright © 2006-2021 - IF Sudeste MG - sig07.ifsudestemg.edu.br.sig07