Projeto Político Pedagógico

A organização curricular do Curso de Graduação em Engenharia Mecatrônica está estruturada de tal forma que os conteúdos básicos, profissionalizantes e específicos foram organizados e distribuídos de forma adequada e progressiva para estabelecer a formação de um profissional com competências indicadas para:

• Conhecer e interpretar projetos e montagens de sistemas integrados eletroeletrônicos, eletropneumáticos, eletro-hidráulicos e mecânicos, empregados em sistemas mecatrônicos;

• Conhecer, avaliar e implementar técnicas de diagnóstico de falhas para localização de defeitos em sistemas mecatrônicos;

• Conhecer e saber utilizar recursos computacionais aplicados a sistemas de projeto, análise e manufatura em engenharia;

• Conhecer, avaliar e implementar redes computacionais e industriais;

• Conhecer e avaliar os materiais, componentes e equipamentos aplicados em sistemas mecatrônicos;

• Ter conhecimento na área de administração, sendo assim capaz de desempenhar a gerência dos sistemas de produção;

• Conhecer e avaliar técnicas, instrumentos e aparelhos específicos para controle da qualidade de produtos e processos;

• Saber interpretar a legislação e as normas técnicas referentes à saúde e à segurança do trabalho;

• Ter consciência e saber atuar na preservação e conservação do meio ambiente;

• Atuar como empreendedor, conhecendo, interagindo e influenciando nos processos decisórios nos contextos social, ambiental e econômico;

• Compreender a investigação científica, visando o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação.

O curso de Graduação em Engenharia Mecatrônica tem possibilitado a capacitação de recursos humanos para o setor produtivo e de serviços, nas diversas áreas industriais. Atualmente, percebe-se que estas áreas são constituídas fundamentalmente pela interação de sistemas multitecnológicos, que integram as tecnologias mecânica, eletroeletrônica e informática, os denominados sistemas mecatrônicos.

Este curso objetiva a formação de profissionais capazes de mergulhar em sua realidade, extrair e problematizar o conhecido, investigar o não conhecido para poder compreendê-lo, e influenciar a trajetória dos destinos do seu locus, de forma a credenciá-los a ter uma presença substantiva a favor do desenvolvimento local e da sustentabilidade.

E para sua atuação profissional busca-se:

• Capacitar os discentes a atuar no projeto, execução, gestão e supervisão de processos mecatrônicos, considerando os aspectos técnicos, sociais, legais, econômicos, éticos e ambientais;

• Possibilitar a capacitação de recursos humanos para o setor produtivo e de serviços, nas diversas áreas industriais;

• Formar profissionais e especialistas na sua área de atuação, aptos para a inserção no mercado de trabalho e para a participação no desenvolvimento da sociedade;

• Ampliar a oferta de profissionais na área de engenharia de forma inovadora, com uma maior aproximação e diálogo entre o mundo acadêmico e o mundo produtivo, ressaltando o desenvolvimento humano de forma sustentável;

• Capacitar os graduandos em engenharia a desenvolver e implementar métodos científicos, tecnológicos e inovadores, bem como despertar o interesse pelo exercício da docência em diversos níveis e formação continuada;

• Proporcionar conhecimentos acerca dos padrões de qualidade para a produção industrial e os métodos para se realizar a avaliação e controle da qualidade;

• Promover ao egresso a capacidade de atuar no mercado de trabalho de forma empreendedora.

A organização curricular do Curso de Graduação em Engenharia Mecatrônica está estruturada de tal forma que os conteúdos básicos, profissionalizantes e específicos foram organizados e distribuídos de forma adequada e progressiva para estabelecer a formação de um profissional com competências indicadas para:

• Conhecer e interpretar projetos e montagens de sistemas integrados eletroeletrônicos, eletropneumáticos, eletro-hidráulicos e mecânicos, empregados em sistemas mecatrônicos;

• Conhecer, avaliar e implementar técnicas de diagnóstico de falhas para localização de defeitos em sistemas mecatrônicos;

• Conhecer e saber utilizar recursos computacionais aplicados a sistemas de projeto, análise e manufatura em engenharia;

• Conhecer, avaliar e implementar redes computacionais e industriais;

• Conhecer e avaliar os materiais, componentes e equipamentos aplicados em sistemas mecatrônicos;

• Ter conhecimento na área de administração, sendo assim capaz de desempenhar a gerência dos sistemas de produção;

• Conhecer e avaliar técnicas, instrumentos e aparelhos específicos para controle da qualidade de produtos e processos;

• Saber interpretar a legislação e as normas técnicas referentes à saúde e à segurança do trabalho;

• Ter consciência e saber atuar na preservação e conservação do meio ambiente;

• Atuar como empreendedor, conhecendo, interagindo e influenciando nos processos decisórios nos contextos social, ambiental e econômico;

• Compreender a investigação científica, visando o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação.

Nenhum conteúdo disponível até o momento Nenhum conteúdo disponível até o momento

A avaliação do projeto pedagógico do curso de Engenharia Mecatrônica do IF Sudeste MG é realizada periodicamente por vários instrumentos: através das reuniões do Núcleo Docente Estruturante, de reuniões do Colegiado do Curso, do intercâmbio diário com os discentes e também pelo processo de autoavaliação.

O processo de autoavaliação do curso está presente no programa institucional do IF Sudeste MG - Campus de Juiz de Fora. É um processo contínuo com permanente interação que visa o aperfeiçoamento do curso. Ao final de cada semestre letivo, a Comissão Própria de Avaliação (CPA) utiliza instrumentos junto aos alunos, professores e técnicos administrativos, que avaliam não somente a instituição, mas também o curso, os professores e a Coordenação do Curso que o aluno está inserido. Através desta avaliação, é possível detectar possíveis falhas e traçar novas metas para o curso. Os resultados são trabalhados juntamente com os professores para reavaliação. A partir das análises desses diversos instrumentos citados, podemos propor mudanças na estrutura e no funcionamento do curso, que vão desde propostas de alteração de grade curricular, prérequisitos e processos avaliativos das disciplinas. A avaliação do projeto pedagógico deve ser um ato constante e periódico e visa adequar a realidade do discente do curso às metas traçadas no perfil esperado do egresso, bem como à pertinência do curso no contexto regional. Todos esses elementos são levados ao Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Engenharia Mecatrônica, composto por professores efetivos e pós-graduados, em regime de dedicação exclusiva, que tem como objetivo formular e implementar o Projeto Pedagógico do Curso, bem como verificar a sua efetiva implantação, de forma a garantir a qualidade do curso que foi proposto.

Nenhum conteúdo disponível até o momento
SIGAA | Instituto Federal do Sudeste de MG - 3257-4100 | Copyright © 2006-2021 - IF Sudeste MG - sig12.ifsudestemg.edu.br.sig12